Buscar
  • por Ivan Alfarth

Como uma marca pode gerar mais dinheiro do que o produto que ela identifica?


Imagine um empresário, após anos utilizando o mesmo nome em seu estabelecimento, prestando diversos serviços ou vendendo produtos com sua marca, sendo obrigado a alterar o nome da sua empresa pelo simples fato de que outro concorrente, em outro local do Brasil, enviou notificação avisando que já registrou este nome como marca, proibindo que o empresário a utilize para sempre.

Esse é o risco que correm empreendedores que ainda não registraram suas marcas. A lei de Propriedade Industrial dispõe que aquele que primeiro registra nacionalmente uma determinada marca deterá o monopólio de sua propriedade e seu uso exclusivo em todo território nacional, não importando se outra empresa já utilizava anos antes.

No entanto, o registro de uma marca não serve somente para proteção e garantia de uso exclusivo. Licenciar uma marca registrada é uma grande oportunidade para fazer o negócio prosperar. Através do licenciamento, a empresa detentora da marca ganha royalties pelo uso feito pelos licenciados. Já quem utiliza uma marca licenciada, agrega valor ao seu produto ou serviço devido ao uso de um sinal já conhecido no mercado.

O licenciamento é contratual, onde uma pessoa arrenda todos os direitos de uma propriedade intelectual já protegida, seja um nome, logotipo, imagem, personagem ou outras composições daquela marca específica.

Todo esse trabalho de organização de um licenciamento deve ser realizado por agências de licenciadores que apresentam as marcas e fazem essa ligação entre a empresa proprietária da marca e a pessoa que quer licenciar. No entanto, o profissional mais importante para dar segurança e solidez ao licenciamento é o advogado, que redigirá os termos adequados do contrato de licenciamento, peça fundamental do negócio.

Além do licenciamento, o titular simplesmente pode vender – ceder – sua marca. Para a contabilidade dos bens de um negócio, além dos imóveis, da lista de clientes e fluxo de caixa, a marca registrada é adicionada na contagem da mensuração do valor da empresa como um todo, aumentando o ganho perante investidores e também gerando incremento no valor final das ações, aplicações e vendas.

Há casos em que a marca em si vale mais do que as propriedades físicas que uma empresa tem, e isso traz muito lucro ao detentor, que pode traduzir a força de uma marca em valores monetários reais. Que o digam a Apple, Nike e Coca-Cola, cujas marcas têm um valor muitas vezes superior ao patrimônio físico respectivo de cada empresa.


8 visualizações

© 2020 por Ivan Alfarth. 

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Clean